Qual é a sua Crença Limitante?

Qual é a sua Crença Limitante?

Todos nós passamos ao longo da vida por experiências pessoais boas e ruins, mas que de alguma forma moldam nossa visão de mundo. Quando a experiência nos submete a forte carga emocional, pode gerar uma generalização e um condicionamento, que se transformam em ”verdades”, ou crenças. A maioria das nossas crenças surge até os sete anos de idade, e grande parte delas se mantém em nosso sistema mental com a mesma carga emotiva. Estereótipos, preconceitos, fanatismo, tradições culturais, são exemplos de crenças.

Nossas crenças podem ser tanto negativas como positivas, mas o fato é que cada pessoa tem seu próprio sistema de crenças. Por esse motivo as pessoas agem de modo diferente diante de determinadas situações. Uma mesma situação pode ser encarada como um grande prazer ou um grande tormento, depende da pessoa. As crenças positivas, ou apoiadoras, nos ajudam a progredir na vida, nos impulsionam ao sucesso, facilitam nosso caminho.

Por outro lado, as crenças negativas, ou limitantes, são o resultado da interpretação negativa que fazemos de alguma experiência passada. Quando nos deparamos com situações onde identificamos aquele padrão, nossas decisões sofrem influência da crença gravada em nosso sistema mental impedindo uma mudança de paradigma. Nossa visão fica limitada, não vemos interpretações alternativas.

Temos ainda crenças sobre nós mesmos. Uma pessoa que acredita ser tímida, acabará agindo desta forma diante de pessoas desconhecidas. Quando acreditamos em algo, estamos dando 50% de chance para aquela “verdade” se concretizar.  O grande desafio com relação às crenças limitantes é dar-se conta do problema; em geral elas estão internalizadas de tal forma que a pessoa não percebe a auto-sabotagem. Não percebendo, não consegue progredir, e a limitação se perpetua. Sendo assim, um trabalho de autoconhecimento seria o primeiro passo para trazer a luz necessária a este processo.

Uma vez consciente de ter uma crença limitante e dos obstáculos que ela cria, a pessoa pode, através de um processo de Coaching, avaliar todos os aspectos daquela crença, como a sua natureza e origem, as perdas e os ganhos ligados a ela, e criar uma crença apoiadora que a substitua e abra os caminhos para que a pessoa consiga dar um passo que antes parecia impensável.

Quebrar o paradigma de uma crença e, assim, mudar nosso modo de pensar, é essencial para que possamos alcançar nossos sonhos, criar e alcançar nosso propósito de vida.

Você também pode gostar

Deixe um Comentário